PF apreende R$ 8 mil e pistolas com quadrilha que planejava resgate

 Midiamax


Durante a Operação Cerberus deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira (13), em Campo Grande, foram apreendidos dinheiro, pistolas, fuzis, espingardas e relógios na residência usada pelos integrantes da quadrilha.
Três rapazes foram presos em uma residência, no Jardim Itamaracá. Policiais federais, com a ajuda do Batalhão de Choque, chegaram à residência por volta das 4 horas da manhã. Um helicóptero fez sobrevoos na região.Eles foram identificados como Dario Aparecido Cunha de Almeida Junior, braço direto de Tiago Vinicius Vieira- que seria resgatado pela quadrilha, Mateus da Silva Alves e Deividson Júlio Lourival da Silva Oliveira.
Com a movimentação da polícia, dois autores tentaram fugir pulando os muros vizinhos, mas foram capturados pelos policiais. Na residência foram encontrados coletes a prova de balas e armamento, e dois veículos sendo um Ford Ka e um Fiesta.
Já no Bairro Rita Vieira foi presa Maiara Alves de Souza, namorada de Tiago. Na residência onde ela estava os policiais encontraram uma pistola e vários relógios. Já na residência, onde os três rapazes foram presos foram encontrados R$ 8 mil, dois fuzis, duas espingardas e seis pistolas 9mm. Também foram apreendidos quatro veículos, uma motocicleta Honda, Um Honda Civic, um Ford Fiesta e um Ka.
O dinheiro seria proveniente da comercialização de armamento pela quadrilha, com quadrilha dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. A operação foi em conjunto com policiais do Batalhão de Choque e com a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul).
                                                                         Midiamax

Foram cumpridos oito mandados, sendo três de condução coercitiva, um de mandado de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão. A operação começou em Três Lagoas, município distante 338 quilômetros de Campo Grande, no início de março, quando o líder da organização, Tiago Vinicius Vieira, de 31 anos planejou uma tentativa de fuga da Penitenciária de Três Lagoas com o uso de uma pistola calibre .380.

Após a tentativa, o presidiário foi transferido para a Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, de onde passou a contar com o apoio de sua namorada, Maiara, de 25 anos e outros três comparsas para contrabandear armas de fogo que seriam revendidas no sudeste do país, além de orquestrar nova tentativa de fuga mediante a rendição e possível assassinato de agentes penitenciários durante escolta para consulta médica.

Cerberus

O nome da operação faz alusão à criatura responsável por impedir a fuga das almas de criminosos que tentavam escapar do inferno, segundo a mitologia grega. Os investigados serão conduzidos para a Polícia Federal em Campo Grande.

Fonte: Midiamax

Comentários