Publicidade

Mundo Novo reativa Conselho Comunitário de Segurança



24/05/2012 | Frederico Guimaraes Miranda
12ºBPM
Mundo Novo (MS) - Órgão que reúne membros da sociedade organizada, que tem como finalidade discutir os problemas relacionados à segurança pública, bem como suas possíveis soluções, o Conselho Comunitário de Segurança está sendo reativado em Mundo Novo. O ressurgimento do Conselho que é formado por profissionais da segurança, como Policiais Militares, Civis e Bombeiros, além de profissionais liberais, representantes da sociedade organizada, tais como clubes de serviços, empresários, lideranças comunitárias e eclesiásticas e membros dos Poderes constituídos é parte do projeto de implantação da Polícia Comunitário.

Um debate ocorrido na noite do dia 23 de maio e que reuniu os interessados diretamente no assunto, escolheu o radialista e locutor de Rodeios Oldegar Cesar Saucedo, o “Cesar Filho” foi escolhido por aclamação para presidente, enquanto o líder evangélico Almir Rodrigues da Costa, será o vice-presidente. Darci Silvestre será o primeiro-secretário e a diretora escolar Noemi Ferreira será a segunda-secretaria. A partir de agora, o Conselho deverá se reunir a cada determinado período de tempo, com o intuito de ouvir as reivindicações da comunidade no que diz respeito à segurança. Com o Conselho ativo, o próximo passo será a implantação do policiamento comunitário no Município, que possui localização geográfica privilegiada, pois além de ficar na fronteira com o
Paraguai, faz também divisa com o Paraná.
Comandante do Terceiro Pelotão da Polícia Militar, o Capitão Joéder explica que essa filosofia aproxima a comunidade da Polícia,“onde todos juntos tenham condições de identificar, priorizar e resolver problemas relativos à criminalidade, para garantir a qualidade de vida da população. Este tipo de ação possibilita aos Órgãos de Segurança Pública, além de darem uma resposta enérgica ao crime, agir para o bem comum da sociedade, prevenindo ações relacionadas à violência, reduzindo os problemas na localidade onde esse modelo for implantado”, afirma.

“Muita coisa está sendo feita para melhorar o desempenho das Instituições Policiais. Sabe-se que a tarefa não é simples, até porque alcançar o ideário da tranqüilidade pública esperada por todos não é questão de dias. “ É uma árdua tarefa em constante desenvolvimento”, encerra o Capitão da PM.

Assessoria de Comunicação – 12º BPM
 PMMS

Comentários